Skip to content

BTB 53: Primeiras impressões do feller buncher Tigercat 718G

Richard Dougharty faz parte da terceira geração de lenhadores de Newton, Texas. Ele trabalha no setor de silvicultura há 35 anos. Quinze anos atrás, ele se tornou proprietário da Dougharty Logging, assumindo os negócios do pai. No início de setembro, o novo feller buncher 718G de Richard tinha acumulado 1630 horas de operação. A BTB conversou com ele para saber sua opinião sobre a máquina.
Richard Dougharty, proprietário da Dougharty Logging.

Richard Dougharty, proprietário da Dougharty Logging.


BTB: Você pode descrever suas operações atuais?

Richard: Fazemos principalmente desbastes. Fazemos segundo desbaste, mas nossa operação atual é de primeiro desbaste. Já estamos neste local há pouco mais de um mês.

BTB: O 718G está substituindo uma máquina mais antiga ou é uma nova adição?

Richard: Esta máquina está substituindo uma máquina mais antiga, um 720G que eu tinha. Antes do 720G, tínhamos um 2470 Hydro-Ax. Essa era praticamente a única máquina que eu já tinha trabalhado até mudarmos para a Tigercat.

BTB: Como o 718G se compara ao feller buncher 720G? Richard: Ainda é cedo, mas é possível comparar. Gosto do fato de que o 718G é uma máquina mais rápida, e conduzi-la não é muito diferente de conduzir o 720G. Definitivamente o consumo de combustível vai diminuir, o que é sempre bom. Esta máquina é muito melhor para solo úmido. O solo fica menos firme, então não vou atolar como atolava com uma máquina maior. Estou muito satisfeito com a maneira que a máquina funciona. Tudo está sendo positivo.

BTB: Como você avalia a capacidade de manobra desta máquina em relação ao 720G?

Richard: Ela é mais ágil. Um pouco mais rápida. Mas, no que diz respeito à capacidade de manobra no primeiro desbaste, não é necessário manobrá-la tanto. A produção deve aumentar em áreas maiores de madeira porque conseguimos nos movimentar muito mais rápido. Estamos passando mais tempo cortando árvores em vez de tentando entrar em um local. Estou mesmo muito satisfeito com a maneira que a máquina se desloca.


Primeiro desbaste do feller buncher 718G no Texas.

Primeiro desbaste do feller buncher 718G no Texas.


BTB: Sua produtividade mudou desde a compra dessa máquina?

Richard: Minha produtividade não mudou muito. Minhas despesas diminuíram devido à redução do consumo de combustível, mas a produtividade é exatamente a que preciso.

BTB: Quais recursos do 718G facilitam seu trabalho como operador?

Richard: A tela sensível ao toque no sistema operacional. Os medidores estão bem mais acessíveis e é possível ver melhor as informações. A câmera de backup ajuda em alguns casos. Ela está lá se você precisar. Também gosto do recurso que possibilita abastecer a máquina do solo.

BTB: Você usa o recurso de interrupção de serra?

Richard: Quando usei, foi só para ver como funcionaria em solo mais esponjoso. Com esse recurso, a máquina pode colocar mais potência na função de tração. Não é um recurso que uso muito, mas é definitivamente uma vantagem, se eu precisar.


O novo recurso de interrupção de serra da Tigercat corta temporariamente a energia da serra quando ativado. Isso libera potência extra do motor para ser usada de outra forma. O recurso de interrupção da serra tem como objetivo fornecer potência adicional em terrenos íngremes, por exemplo, quando o operador está subindo uma colina para descarregar uma carga acumulada.


Sistema de elevação de galhos atrás da cabine.

O sistema que eleva os galhos diminui a quantidade de detritos que ficam presos atrás da cabine. De acordo com Richard, “é eficiente”.


BTB: Você gosta do abastecimento elétrico de óleo hidráulico?

Richard: Sim. Tudo que reduz a carga de trabalho é bom. Eu meio que me senti negligenciado porque os skidders têm esse recurso há um bom tempo. Então, estou feliz por termos alcançado esse nível.

BTB: O 718G possui botões da alavanca joystick programáveis. Você configurou funções personalizadas na sua alavanca joystick?

Richard: Não. Quase tudo estava configurado da maneira que estamos acostumados, pois já usávamos uma máquina Tigercat. É bom ter essa opção porque algumas máquinas são um pouco diferentes. Então é um ótimo recurso. Mas, para nós, tudo já estava montado do jeito que estamos acostumados.

BTB: Você acha que o sistema que eleva os galhos atrás da cabine é eficiente?

Richard: Sim. É um sistema eficiente. É fantástico. Esses galhos entrariam em lugares inapropriados. Serve a um bom propósito.


O sistema que eleva os galhos atrás da cabine é novo no 718G. A ideia é que os cabos diminuam a quantidade de detritos que se acumulam no compartimento do motor atrás da cabine.


BTB: Sua máquina está equipada com telemetria. Você usa esse recurso?

Richard: Uso. Estou tentando me familiarizar mais. O consumo de combustível é o que mais acompanho. Se houver um problema com uma máquina, é fácil parar e ver o que está acontecendo, então é definitivamente um ponto positivo. E ficará ainda melhor quando eu aprender a usar tudo.

BTB: Quais aspectos do 718G são mais importantes para você?

Richard: Um dos meus recursos favoritos da Tigercat é a recuperação de serra. Usei muitos equipamentos de corte diferentes, e a Tigercat definitivamente tem o tempo de recuperação mais rápido. E há muitos recursos interessantes dentro da cabine. Estou muito satisfeito com ela.

BTB: Do que você gosta na cabine?

Richard: Gosto muito da tela maior e sensível ao toque. O assento com aquecimento e arrefecimento também é um ótimo recurso. Ela tem um bom sistema de rádio, que funciona muito bem. Gosto das persianas. Elas são muito úteis quando estamos trabalhando sob o sol. A persiana na parte superior da máquina também é muito útil. Ela reduz bastante o calor da cabine no verão.


Feller buncher 718G com um feixe de árvores no cabeçote

Mais corte e menos deslocamento da máquina. O disco de corte de feixe 5600 permite que mais árvores sejam armazenadas antes de parar para descarregar o feixe acumulado.


BTB: Como é seu relacionamento com sua revendedora Tigercat, a Tejas Equipment?

Richard: Meu vendedor na Tejas é o Jimmy Rawls. Comprei três máquinas com ele. Ele tem sido ótimo. Ele faz o acompanhamento após a venda. Não apenas vende a máquina e desaparece. Jay Kenesson administra a loja lá em Hollister. Ele tem sido muito bom. Entra em contato de vez em quando para me perguntar se tenho alguma necessidade ou dúvida. Tem sido uma ótima relação profissional.

BTB: Quer dizer mais alguma coisa?

Richard: Já trabalhei com várias máquinas diferentes e, para mim, os equipamentos da Tigercat são provavelmente os melhores que já usei. Não me vejo comprando uma máquina diferente. As máquinas da Tigercat são muito boas.


 

Artigos relacionados


Vídeos relacionados