Skip to content

BTB 51: Tigercat viaja pelo Uruguai

A Tigercat e a Latin Equipment viajam pelo Uruguai, obtendo uma melhor compreensão do mercado, de seu potencial e das oportunidades e desafios enfrentados pelos membros da indústria local.

– Gary Olsen, gerente de vendas internacionais para o Hemisfério Sul


Feller buncher de rodas Tigercat cortando eucalipto.


Exploração florestal no Uruguai

Em 2018, o setor de produtos florestais no Uruguai superou a produção de carne bovina, como o maior contribuinte único para as exportações do país em valor em 24%. Graças a uma política florestal clara e de bom senso, introduzida na década de 1990, o Uruguai agora possui mais de 1,2 milhão de hectares de florestas plantadas. 80% são várias espécies de eucalipto e o restante uma mistura de espécies de pino. Os produtos derivados das plantações incluem tábuas, celulose e lascas de madeira para exportação.


Latin Equipment

Embora a Tigercat – juntamente com o revendedor Latin Equipment Uruguay (LEU) – esteja presente no mercado uruguaio há algum tempo, as vendas aumentaram nos últimos três anos com a introdução de algumas equipes de vendas e gerenciamento novas excelentes na Latin Equipment. Some a isso, grandes investimentos em equipe de serviços, equipamentos, treinamento e peças de reposição, além de uma nova filial na cidade de Tacuarembó.

Francisco Fros e a mais recente adição de Gabriel Turturiello formam um par dinâmico da equipe de vendas e gerenciamento. O resultado desse esforço foi triplicar a população de máquinas Tigercat, agora se aproximando rapidamente das 100 unidades. Uma expansão planejada da usina pela UPM-Kymmene foi aprovada recentemente e, portanto, esse setor florestal permanece em um caminho de crescimento contínuo.


Filial da Latin Equipment.

Uma visita à filial da Latin Equipment em Tacuarembó.


Tigercat no Uruguai

Uma equipe da Tigercat e da LEU embarcou em um programa de visitas a clientes em todo o país, para ver as máquinas antigas e novas em operação. O objetivo era aprender mais sobre os desafios enfrentados pelas empresas e empreiteiras florestais uruguaias e entender como a Tigercat pode oferecer possíveis soluções no futuro. Jantares de agradecimento foram realizados na cidade de Rivera, que faz fronteira com o Brasil ao Norte, e também na filial da Latin Equipment em Tacuarembó.

O transporte por este país relativamente pequeno é apenas por estrada e dizer que o terreno do Uruguai é geralmente plano seria o eufemismo do século. O pico mais alto do Uruguai, o Cerro Catedral, tem a altitude de 513,66 m acima do nível do mar, enquanto 90% do país fica entre zero e 200 m acima do nível do mar. O Uruguai praticamente não possui florestas nativas. As pastagens só são interrompidas por plantações de eucalipto e pino, ou outras espécies exóticas introduzidas ao longo dos séculos. Essa planície interminável e horas de volante dão a impressão de que o Uruguai é, de fato, um país enorme.


Tesoura de corte de feixe 2000 Tigercat no Uruguai

A primeira tesoura de corte de feixe série 2000 Tigercat foi introduzida recentemente no país, digerindo atualmente uma dieta constante de árvores de celulose de eucalipto.


Tesoura de corte de feixe 2000

A primeira tesoura de corte de feixe série 2000 Tigercat foi introduzida recentemente no país, digerindo atualmente uma dieta constante de árvores de celulose de eucalipto. O contratante Gustavo Hernandez (FAMANEX S.A.) também está considerando a instalação de um sistema de aplicação de herbicidas desenvolvido e fornecido pela fábrica da Tigercat para esta máquina, quando estiver disponível em 2020. Isso permitirá que ele aplique herbicida no toco restante no momento do corte, para matá-lo e evitar a talhadia indesejada, uma vez que o novo material genético substituirá a rotação atual.


Agradecimento do cliente

Depois de ver a operação, prosseguimos algumas horas até a filial da Latin Equipment em Tacuarembó, antes de seguirmos para a cidade fronteiriça de Rivera, onde dois jantares de agradecimento foram realizados em duas noites consecutivas. Os eventos tiveram grande participação, com alguns clientes viajando desde a capital, Montevidéu, a cerca de 500 km.


O gerente regional da Tigercat, Frans Misdorp descrevendo a frota de máquinas Tigercat em exibição.

O gerente regional da Tigercat, Frans Misdorp descrevendo a frota de máquinas Tigercat em exibição.

Feller buncher 845D/5702, skidders H250D, 635D e 632E

Muitos dos convidados do jantar participaram da visita ao local nas operações de Sergio Padila, Verde Claro S.A. A visita pareceu um dia de demonstração em vez de uma simples visita operacional e, portanto, as equipes da Tigercat e da Latin Equipment interagiram com o grupo mais amplo. Uma frota de máquinas Tigercat estava em exibição, derrubando toras de serra de pinheiro. O feller buncher 845D com uma serra 5702 executou o corte. Um skidder de seis rodas 635D e um skidder 632E novo realizavam a extração para a beira da estrada, onde um H250D Tigercat com cabeçote de processamento processava e classificava os troncos para o carregamento.


H845C, H845D, 1075B, 720E

Nem todos os clientes estão em condições de comprar um Tigercat novinho em folha, mas como Javier Arquero explica, se você puder colocar as mãos em uma colheitadeira H845C usada e num forwarder 1075B Tigercat, então você tem um negócio. A Delruba S.A. está usando o sistema CTL em uma grande operação de corte de toras de eucalipto. O nome O’Brian é sinônimo de exploração florestal no Uruguai e sua empresa, a Timberfor, aparece como cliente da Tigercat desde que esta entrou no mercado uruguaio. Também trabalhando com grandes toras de serra de eucalipto, os O’Brian usam um feller buncher do tipo dirigir até a árvore 720E Tigercat, equipado com uma serra 5702, seguido por um H845D que descasca e corta transversalmente no local.


Forwarder 1075C Tigercat; Tigercat no Uruguai

O forwarder 1075C Tigercat equipado com a grua F195T85 Tigercat.


855C/5702 e 855E/5185

A visita final ao local envolveu outro nome icônico na indústria uruguaia – Dalfey (apresentado na BTB, março de 2014, Hot and Heavy). O proprietário Luis Achugar está comemorando o décimo aniversário da empresa no setor da extração madeireira. Operando na propriedade da COFUSA, Luis – que é cliente da Tigercat desde o primeiro ano de operação – trabalha em estreita colaboração com a gerência da COFUSA, para introduzir soluções de extração madeireira seguras e econômicas. Nos últimos anos, a Dalfey utiliza um 855C Tigercat com uma serra de corte 5702. Em uma tentativa de reduzir os danos às enormes árvores de 4,5 toneladas durante o corte, a Tigercat recentemente introduziu sua serra de corte fixa 5185 em uma carregadeira de base 855E. Até agora, tudo bem, com a quantidade de danos nas pontas e nas coroas significativamente reduzida devido à serra em barra e ao maior controle da 5185.


Uma equipe da Tigercat e da LEU embarcou em um programa de visitas a clientes em todo o país, para ver as máquinas antigas e novas em operação.

Uma equipe da Tigercat e da LEU embarcou em um programa de visitas a clientes em todo o país, para ver as máquinas antigas e novas em operação.


H855D, 1065, 1075B, 1075C, 220D

Luis descasca e faz o corte transversal no local, com uma carregadeira H855D Tigercat e usa uma frota de forwarders 1065, 1075B e 1075C Tigercat para extração para a beira de estrada. Ele tem uma carregadeira 220D antiga montada em um caminhão, que ainda usa para carregar caminhões, mas desde a introdução da grua F195T85 Tigercat na 1075C, ele conseguiu carregar os caminhões com o forwarder, tirando pressão da antiga 220D. Após um programa muito completo e bem-sucedido, todos esperavam ansiosamente pela viagem de dez milhões de quilômetros de volta a Montevidéu – mas somente depois que avistamos o que pode ser literalmente chamado de destaque uruguaio!


Contraforte no Uruguai.

Um contraforte de 200 m se ergue sobre as plantações uruguaias.



Interessado em ler mais sobre as máquinas Tigercat no Uruguai? Saiba mais com os nossos arquivos: BTB 36: Hot and Heavy, março de 2014. Encontre o link abaixo em Artigos relacionados. 

Artigos relacionados


Vídeos relacionados