Skip to content

Uma picada perigosa

O fluido ou o ar a alta pressão injetado sob a pele, mesmo a pressões tão baixas quanto 100 psi, pode causar lesões incapacitantes ou mesmo a morte se não forem tratadas prontamente.

— Chris Armour, redator técnico de marketing

Os operadores de equipamentos florestais e fora de estrada e os técnicos de manutenção estão habituados a lidar com os perigos óbvios das serras giratórias e da queda de galhos das árvores, mas podem estar menos familiarizados com um perigo crítico que pode causar lesões incapacitantes ou morte.

Com equipamentos pesados, a maior ameaça provém de vazamentos hidráulicos de alta pressão. Uma pequena ruptura, um furo em uma linha hidráulica ou uma falha de conexão pode liberar um fluxo quase invisível de fluido hidráulico a uma pressão superior a 200 bar. Quando os técnicos ou operadores procuram vazamentos com as mãos ou investigam algum problema desconhecido, eles podem sentir uma picada semelhante a uma ferroada de inseto ou um corte causado por um fio afiado e, a princípio, não considerar essa lesão como grave.

 Alguns fluidos podem causar graves lesões na pele e a pressão pode causar rapidamente inchaço no interior dos membros, levando a lesões dolorosas dos tendões, artérias, nervos e músculos.

A ferida pode não parecer grave — apenas um corte ou uma marca vermelha –, como se fosse uma picada de inseto. Os mecânicos têm marcas e arranhões em suas mãos, e as vespas podem fazer ninho em máquinas localizadas em bosques ou florestas. No entanto, após algumas horas, a lesão poderá causar dor excruciante e exigir cirurgia imediata e especializada. Quanto mais o tratamento de emergência é adiado, maior é o risco de lesões permanentes, como a perda dos dedos ou da mão, ou mesmo a morte.

Técnico verificando se há vazamentos hidráulicos usando um pedaço de papelão.

Técnico verificando se há vazamentos hidráulicos usando um pedaço de papelão.

O que acontece é que o fluido de alta pressão é injetado profundamente sob a pele, alcançando a corrente sanguínea, os músculos e os tendões. Alguns fluidos podem causar graves lesões na pele e a pressão pode causar rapidamente inchaço no interior dos membros, levando a lesões dolorosas dos tendões, artérias, nervos e músculos. O fluido hidráulico ou o combustível que entra na corrente cardíaca pode causar rapidamente a morte, pois o corpo humano não tem nenhuma defesa contra essas substâncias. Como se isso não fosse grave o suficiente, a ferida pode ser contaminada por bactérias que causam infecções perigosas. Apenas uma cirurgia especializada realizada logo após a lesão pode impedir incapacidade permanente.

Todos aqueles que trabalham perto de máquinas hidráulicas precisam estar cientes das precauções citadas a seguir.

  • Use sempre equipamento de proteção pessoal (EPP), como óculos e luvas de segurança, mas esteja ciente de que o fluido de alta pressão pode penetrar até mesmo em pesadas luvas de solda.
  • Nunca assuma que o sistema hidráulico da máquina foi despressurizado apenas porque ela está desligada. As linhas e os acumuladores podem manter a pressão residual durante semanas, ou mesmo meses, com o motor desligado. Consulte o manual do operador para conhecer o procedimento específico de despressurização da máquina. Lembre-se de que não existe uma maneira definitiva de saber se um sistema está totalmente despressurizado, portanto, sempre tenha cuidado.
  • Nunca use as mãos — mesmo com luvas pesadas — para tocar uma linha hidráulica ou procurar vazamentos. Sempre use a extremidade de um objeto longo, como um pedaço de papelão, madeira ou aço, no local onde suspeita-se existir um vazamento para localizá-lo.

Além de treinar operadores e técnicos, as empresas e os distribuidores que trabalham com equipamentos pesados devem ter planos de ação para lidar com lesões causadas por injeção de fluidos. As instalações médicas locais devem ser alertadas de que podem precisar atender indivíduos com esses tipos de lesão (que exigem tratamento especializado). Além disso, devem existir planos de evacuação para as equipes que trabalham em locais remotos. Certifique-se de que as Fichas de Dados de Segurança de Materiais (MSDS, na sigla em inglês) para todos os fluidos em uso (fluido hidráulico, combustível, tinta, etc.) estão sempre disponíveis e disponibilizadas à equipe de emergência. Caso aconteça um acidente, os trabalhadores lesionados devem ser transportados para o hospital o mais rápido possível, pois o tempo é um fator fundamental. A cirurgia deve ser imediata para aliviar a pressão e remover o objeto estranho da ferida. Às vezes, tanto as vítimas como a equipe das salas de emergência podem relutar em prosseguir com a cirurgia porque a ferida pode parecer muito pequena, mas é essencial que esses tipos de lesão sejam tratados como emergências cirúrgicas.

Embora este artigo trate dos perigos das lesões causadas por fluidos hidráulicos, é importante lembrar que as lesões por injeção de fluido podem acontecer a pressões tão baixas quanto 7 bar — e até mesmo com água ou ar. Muitas atividades comuns de oficinas de manutenção, como lavagem e pintura pressurizadas, limpeza de detritos com ar comprimido e uso de pistolas de graxa de alta pressão também podem resultar em ferimentos por injeção.

Sempre use o equipamento de proteção adequado para o trabalho e assuma a responsabilidade pela sua segurança e a segurança dos seus colegas de trabalho. Cuidado com a picada!